Logo Auvo
Português Português
Voltar ao Blog Manutenção

Manutenção Preditiva: Exemplos, o que é e como fazer [ATUALIZADO 2024]

Leitura aprox. de 28 minutos

Avatar - Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues


Abril 28, 2022


Leitura aprox. de 28 minutos

Aqui você encontra:

A manutenção preditiva é uma técnica utilizada para antecipar possíveis falhas em equipamentos e ativos. Em uma linguagem simples: é a manutenção que tem como foco a prevenção de danos antes que eles aconteçam. 

No texto de hoje vamos explicar o que é manutenção preditiva, seus benefícios, vantagens, como fazer, exemplos e, por fim, daremos dicas sobre como o histórico de manutenção de um equipamento pode diminuir os custos de sua empresa.

 

O que é Manutenção Preditiva

A manutenção preditiva é um dos métodos utilizados para prevenir danos e falhas de máquinas e equipamentos.

Ou seja, é  uma forma eficiente de acompanhar equipamentos periodicamente, utilizando várias  técnicas de manutenção, como por exemplo, inspeção visual, análise de vibração, ultrassom, entre outras técnicas de análise não destrutivas. 

Diferenças entre Manutenção Preditiva e Manutenção Preventiva

Apesar de parecerem iguais, o significado destes tipos de manutenção é bem diferente. Uma das principais diferenças está relacionada ao intervalo de manutenção de cada.

Como por exemplo, a manutenção preventiva, por exemplo, ocorre em intervalos indicados pelo fabricante. Já a manutenção preditiva ocorre em intervalos sistemáticos. 

Leia mais: Preditiva ou preventiva? Saiba escolher.

Também há diferenças entre o cenário onde cada tipo é mais aplicável. O principal cenário da manutenção preditiva, por exemplo, é o meio industrial, que a utiliza com mais frequência.

Afinal, a sua prática permite que os equipamentos funcionem corretamente e continuadamente, visando uma maior produtividade.

Já a preventiva depende de uma série de testes que determinam o tempo de vida útil do equipamento. Como um motor de um carro, por exemplo, que necessita que o fabricante indique quando e quais revisões deverão ser feitas em dia para evitar problemas no funcionamento do veículo. 

Baixe grátis: Checklist de manutenção preventiva

Objetivos da Manutenção Preditiva

O principal objetivo da manutenção preditiva é a antecipação de problemas causados pela falha de máquinas e equipamentos. 

Para isso, é necessário que haja a prática de monitoramento constante, principalmente do operador do maquinário ou do técnico de manutenção.

Através disso, é possível atingir objetivos mais específicos, como por exemplo:

Aumento da vida útil do equipamento

Se realizada de forma correta, e com a frequência adequada, a manutenção preditiva é capaz de aumentar o tempo de vida útil do equipamento. 

Visto que, os cuidados são capazes de reduzir seu estado de deterioração.

Dessa forma, é possível reduzir custos desnecessários com a troca de equipamentos.

Leia mais: Como reduzir custos na manutenção

Redução do tempo de manutenção

Considerando que a parada do equipamento pode causar prejuízos para a produção, as preditivas têm papel fundamental para evitar transtornos.

Afinal, quando se tem a cultura de manutenção preditiva, é possível coletar dados através de manuais de instrução que indiquem ajudem a reduzir o tempo de manutenção.

Dessa forma, é possível determinar um cronograma fixo, e assim, estabelecer um planejamento de inspeções que não prejudiquem a produção.

Leia mais: Manutenção proativa e autônoma, o que são e por que saber

Quais as principais vantagens da Manutenção Preditiva?

A manutenção preditiva possui inúmeras vantagens, não só para a organização, mas também para os operadores que convivem com o maquinário durante toda a sua rotina de trabalho, como:

Aumento da produtividade

Ao melhorar as condições de uso do equipamento, as preditivas evitam que as máquinas fiquem paradas, ou até mesmo, que a produção seja interrompida para troca de uma peça, por exemplo.

Segurança dos colaboradores

De acordo com a Associação Nacional de Medicina do Trabalho, a cada 3 horas e 48 minutos, alguém perde a vida em acidente de trabalho no Brasil. A maioria dos acidentes poderiam ter sido evitados com medidas de prevenção.

Portanto, a redução de erros proporcionados pelo plano de manutenção preditiva, aumenta a segurança do chão de fábrica através de uma rotina de inspeção de equipamentos. 

Redução de custos

Ao implementar a cultura preditiva, é possível reduzir custos de diversas maneiras.

Uma delas, é a redução no consumo de energia. Pois, irregularidades invisíveis podem causar um aumento do uso de energia, gerando custos elevados para a produção.

Além disso, essa prática reduz o tempo de inatividade de equipamentos, evitando custos gerados com manutenções desnecessárias.

Leia mais: 5 passos para reter gastos na empresa

Exemplos de Manutenção Preditiva

Uma das melhores formas de saber mais sobre este tipo de manutenção, é por meio de exemplos comuns em nosso cotidiano.

Um dos exemplos mais conhecidos de manutenção preditiva, é a endoscopia que fazemos para cuidar do nosso corpo. Pois, assim como ela, a manutenção preditiva mostra o que acontece no interior das máquinas.

Por isso, é provável que no futuro, pequenas câmeras sejam implantadas no interior das máquinas, facilitando então, a visualização das falhas interiores.

Veja outros 3 exemplos de Manutenção Preditiva.

Manutenção Preditiva Predial

A manutenção preditiva predial é um conjunto de técnicas e práticas utilizadas para monitorar o estado de equipamentos e sistemas em edifícios, com o objetivo de prever e evitar falhas, minimizando os custos e maximizando a confiabilidade das instalações.

É uma abordagem proativa que busca identificar possíveis problemas antes que eles ocorram, permitindo a realização de ações de manutenção corretivas no momento certo.

Baixe grátis: Checklist manutenção predial

Manutenção Preditiva em automóveis

Existem diversas técnicas e tecnologias que podem ser aplicadas à manutenção preditiva em automóveis. Alguns exemplos incluem:

  • Monitoramento de sensores: Sensores instalados em diferentes partes do veículo permitem monitorar continuamente parâmetros como temperatura, pressão, vibração e consumo de combustível.
  • Análise de dados telemáticos: Através de dispositivos de rastreamento e conectividade, é possível coletar informações sobre o uso do veículo, como velocidade, aceleração e frenagem, permitindo identificar comportamentos que possam levar a desgaste.

Manutenção Preditiva em Segurança Eletrônica

Com a previsão de falhas, é possível planejar ações corretivas de forma eficiente. Os técnicos podem ser notificados sobre a necessidade de manutenção preventiva ou reparos específicos, evitando falhas no sistema de segurança eletrônica.

Além disso, a manutenção preditiva permite otimizar o agendamento de manutenções, minimizando o impacto nas operações de segurança.

Veja alguns exemplos de aplicação da Manutenção Preditiva na área de Segurança Eletrônica:

  • Análise de eventos: Os dados coletados são analisados em busca de eventos incomuns, como tentativas de invasão, padrões de comportamento suspeitos ou falhas de comunicação entre dispositivos.
  • Monitoramento de desempenho: É realizada uma análise contínua do desempenho dos equipamentos de segurança, como câmeras, sensores e sistemas de alarme, para detectar sinais precoces de problemas ou falhas iminentes.
  • Utilização de inteligência artificial: Algoritmos avançados de inteligência artificial são aplicados para identificar padrões complexos e prever falhas com base em históricos de dados e informações contextuais.

    [PLANILHA GRATUITA]
    Checklist de Manutenção Preventiva

    Baixe agora mesmo o Checklist de Manutenção Preventiva em planilha e aumente sua produtividade.

Como fazer Manutenção Preditiva?

Separamos o passo a passo para você aprender como fazer Manutenção Preditiva na prática. Acompanhe abaixo como sua empresa pode organizar o processo para garantir sempre a maior produtividade e redução de custos operacionais:

Passo 1: Identifique equipamentos críticos

O primeiro passo é identificar os equipamentos críticos que são essenciais para o funcionamento do seu negócio. Avalie quais equipamentos têm maior impacto na produção, segurança ou desempenho geral. Esses serão os alvos prioritários para a implementação da manutenção preditiva.

Passo 2: Eleja as técnicas de monitoramento

Existem várias técnicas de monitoramento disponíveis para a manutenção preditiva. Algumas das mais comuns incluem análise de vibração, termografia, análise de óleo e monitoramento de consumo de energia. Escolha as técnicas mais adequadas para os seus equipamentos e requisitos específicos.

Passo 3: Instale sensores e faça a coleta de dados 

Com os sensores instalados, inicie a coleta de dados. Os dispositivos de monitoramento irão gerar informações sobre vibração, temperatura, pressão, consumo de energia, entre outros. Armazene e registre esses dados para análise posterior.

Leia mais: Tomada de decisão com dados na manutenção

Passo 4: Defina critérios de alarme e notificações

Com base na análise dos dados, estabeleça critérios de alarme e notificação. Determine os limites aceitáveis para cada parâmetro monitorado e configure o sistema para enviar alertas quando os valores ultrapassarem esses limites. Isso permitirá que você tome ações corretivas antes que ocorram falhas ou danos.

Passo 5: Acompanhe e avalie o desempenho

Após a implementação da manutenção preditiva, monitore e avalie continuamente o desempenho do sistema. Faça ajustes e melhorias conforme necessário para maximizar a eficiência e confiabilidade dos seus ativos.

Como funciona a manutenção preditiva

A manutenção preditiva funciona por meio de uma cultura de inspeção constantemente adotada pelos profissionais que trabalham com os maquinários, como por exemplo, os operadores de máquina, técnicos em manutenção de equipamentos, dentre outros funcionários.

Por isso, a preditiva pode ser considerada o tipo de manutenção mais flexível, visto que o olhar atento destes colaboradores contribuem significativamente para sua aplicação. 

Veja mais: Por que investir no treinamento de equipe em field service

Afinal, por conviverem com o equipamento, esses profissionais conseguem identificar anormalidades, como ruídos, vazamentos de óleo, dentre outros indicativos de falhas.

Sendo assim, é importante que todos os colaboradores estejam envolvidos em uma rotina de inspeção periódica, definida de acordo com a necessidade de cada segmento ou empresa.

Saiba mais: Como criar um cronograma de manutenção com tecnologia em 8 passos

Técnicas usadas na manutenção preditiva

A manutenção preditiva utiliza técnicas de manutenção, ligadas ao aumento da eficiência de produção. 

Tais técnicas servem como base para que operadores e responsáveis pelas inspeções, possam identificar sintomas, ameaças e possíveis patologias nos equipamentos.

A seguir, confira as 4 técnicas mais utilizadas no chão de fábrica.

Análise de vibração

A análise de vibração é obrigatória em todos os programas de manutenção preditiva, pois é a mais completa na detecção de falhas mecânicas.

Através dela, é possível detectar vibrações nas partes móveis do equipamento possibilitando trabalhar na causa raiz de outros defeitos que possam ocorrer futuramente.

A partir disso, é possível  descobrir as falhas em componentes móveis pela taxa de variação das forças dinâmicas geradas. 

Ultrassom

O ultrassom na manutenção preditiva, consiste em detectar vazamentos com mais facilidade. Por meio dele, pode-se prevenir custos desnecessários, ao mesmo tempo que previne-se vazamentos com potencial perigoso.

Além disso, a técnica de ultrassom é utilizada para analisar a frequência das ondas sonoras audíveis ao sistema auditivo humano, permitindo detectar falhas invisíveis.

Termografia

A termografia na manutenção preditiva é a técnica que identifica alterações nos níveis de temperatura emitidos pelo maquinário. 

Através de um sensor inteligente, mede-se a radiação infravermelha emitida pelos corpos no campo de análise.

Assim, fica mais fácil analisar distúrbios no maquinário, que rotineiramente, não seriam notados.

Análise de óleo

A análise de óleo na manutenção preditiva é laboratorial, realizada dentro de um cronograma e efetuada como equipamentos específicos, como por exemplo, teste de cor ASTM.

Por meio dessa técnica, pode-se analisar a existência de organismos vivos, ou até mesmo, de oxidação que porventura, prejudiquem as propriedades químicas do produto, como fungos.

Portanto, é mais indicado que essa técnica de análise seja  aplicada em todos os planos de manutenção.

Saiba mais: Que tecnologias são nessárias para manutenção preditiva

Histórico de manutenção de equipamentos e sua importância 

Depois de toda essa explicação, concluímos que a manutenção preditiva é a mais segura e viável. Afinal, resulta na redução de custos e elimina a necessidade de trocas de componentes e peças em caso de falhas. 

Você já pensou em ter um programa para fazer a gestão dos seus equipamentos e das suas visitas técnicas? Conheça o Auvo Gestão, sistema que tem muitas funções que ajudam sua empresa a crescer de forma rápida, veja algumas delas:

demonstração auvo software

Agora que já ficou claro que a sua empresa precisa aplicar a manutenção preditiva nos processos de gestão da manutenção, saiba que você pode contar com o Auvo para ajudar neste processo.

Leia mais: Gestão de ativos com QR Code

Junte-se à nossa comunidade e conecte-se com centenas de técnicos e gestores de todo o Brasil.

 

Leia Mais

Dicas, planilhas gratuitas e conteúdos para empresas de serviços externos

Manutenção

12 nomes para empresas de manutenção + slogans [DICAS DE MARKETING]

Veja algumas ideias para dar bons nome e slogan para sua empresa de manutenção. O cliente vai lembrar de você desde o primeiro...

Manutenção

Como vender manutenção com cálculo MTBF? Passo a passo + calculadora

Saiba que argumentos você pode usar para vender contratos de manutenção e como o MTBF pode ajudar a embasá-los

 

Gabriel Rodrigues

CEO da Auvo Tecnologia. Já ajudou mais de 4 mil empresas de serviços e assistência técnica com o Auvo.

Compartilhe

Teste grátis
Imagem valmir_Prancheta 1-1

Pronto para levar a sua empresa para o próximo nível?

Se você ainda tem dúvidas sobre o nosso sistema, agende uma demonstração com o nosso time de vendas. Agende uma reunião online com um dos nossos consultores.

AGENDE UMA DEMONSTRAÇÃO GRATUITA