Planejamento e Controle da Produção: o que é e como fazer?

Quer saber como fazer o planejamento e controle de produção da sua empresa? Conheça as etapas de um PCP e saiba como ele ajuda sua empresa a lucrar.

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

CEO da Auvo Tecnologia. Já ajudou mais de 2 mil empresas de serviços e assistência técnica com o Auvo.

Você sabe fazer um planejamento e controle da produção eficiente em sua indústria?
 

O planejamento e controle da produção, também conhecido como PCP, é uma ferramenta que auxilia na organização do processo produtivo de empresas. Seu objetivo é produzir mais, gastar menos e gerar mais lucro. 

Em uma indústria, o gestor do departamento de PCP deve se certificar que a demanda do cliente seja atendida em quantidade correta, no momento certo e com o máximo de qualidade possível.

Por isso, os principais objetivos desta programação da produção são: criar um fluxo de trabalho estruturado, intensificar a produção e atingir os melhores resultados possíveis.

Sendo assim, um gestor da produção precisa garantir que a rotina operacional da indústria funcione perfeitamente, com um nível de produtividade satisfatório e com qualidade para os clientes.

Por este motivo, você vai conhecer, neste artigo, todas as etapas de um Planejamento e Controle da Produção (PCP), bem como saber como essa estratégia pode ajudar a melhorar sua gestão.

Quais são as etapas do PCP?

A programação da produção pode ser feita por um colaborador específico. Mas, ele deve ser gerenciado e acompanhado pelo gestor da produção.

Afinal, trata-se de um processo longo e complexo, dividido em três níveis:

  1. Planejamento: parte na qual ficará decidido o que será produzido e quais recursos serão utilizados;

  2. Programação: estágio de definição dos recursos e da sequência entre os fluxos;

  3. Controle: fase de monitoramento e correção dos desvios no planejamento.

Confira todas as etapas de um processo de PCP:

Previsão da Demanda

Na primeira etapa, o gestor precisará saber quanto a empresa pretende vender em um determinado tempo. E assim, calcular a demanda de produção para atender os clientes.

Pois, ainda que sua empresa produza produtos sob encomenda, é essencial a previsão de demandas por parte do gestor.

O objetivo é prever os períodos com maior número de solicitações, para não deixar de atender clientes quando eles precisarem dos seus produtos.

Logo, a partir desse planejamento, os colaboradores podem se preparar para possíveis imprevistos no dia a dia da produção. Como uma falha em um equipamento ou a falta de recursos no estoque.

Dessa forma, a previsão da demanda possui uma tendência de trazer estimativas de produção a curto, médio e longo prazo, e assim, garantir que a empresa possua os recursos necessários para fabricação dos produtos.

Planejamento da Capacidade de Produção

A segunda etapa do planejamento e controle da produção consiste em trabalhar para prever a capacidade produtiva da empresa a médio e longo prazo.

As perguntas feitas nesta etapa são:

  • Minha empresa está preparada para as possíveis demandas?

  • Quanto a empresa produz por dia?

  • A quantidade é necessária para suprir as demandas que devem surgir?

  • Temos a quantidade de mão de obra, ativos e materiais suficientes?

Pode ser que a resposta para essas perguntas aponte a necessidade de comprar novos equipamentos, e também, contratar mais colaboradores ou até mesmo, aumentar o estoque.

Afinal, o objetivo dessa parte é manter a operação funcionando sempre, com o maior índice de qualidade possível.

 
 

Planejamento Agregado da Produção 

O objetivo do Planejamento Agregado da Produção, é definir a melhor estratégia de operação. Dessa forma, é possível conciliar os recursos produtivos da empresa às demandas dos clientes.

Geralmente, esta etapa funciona de médio a longo prazo, no qual os níveis de produção e estoque são preestabelecidos.

Neste caso, o desafio do gestor é adequar os recursos às demandas, para que a empresa tenha a capacidade de atendê-las quando necessário.

As atribuições dos recursos se referem a admissão ou demissão de funcionários, compensação de horas extras, subcontratações de empresas para redução de custos e o controle de estoque.

Desse modo, o gestor será responsável por adaptar o preço de venda dos produtos, aumentando ou diminuindo de acordo com a quantidade de demandas e recursos.

Planejamento Mestre da Produção

O Plano Mestre de Produção pode ser considerado uma versão detalhada de todos os itens que se encontram no plano agregado da empresa.

Nesta fase do PCP, o acompanhamento dos processos é feito semanalmente pelo gestor.

O Plano Mestre de Produção tem como principal atividade uma gestão de pedidos, que permite saber se a empresa é capaz de cumprir os prazos e garantir a qualidade no atendimento.

Planejamento de Materiais

A administração dos materiais industriais é um dos pontos mais importantes do Planejamento e Controle da Produção.

No planejamento de materiais é feito uma previsão da quantidade de produtos usados no processo produtivo da empresa.

Dessa forma, o gestor conseguirá fazer a programação para seu estoque, levando sempre em consideração matérias-primas e materiais que serão usados na produção.

Programação Detalhada da Produção

A Programação Detalhada da Produção na indústria define como a fábrica irá operar no dia a dia e o quanto produzirá.

Algumas das atividades que envolvem essa fase do PCP são: administração de materiais, sequenciamento das ordens de produção, emissão e liberação de ordens.

Controle de Produção

É basicamente a última etapa do PCP e consiste no acompanhamento dos processos produtivos. Com o objetivo de acompanhar se a produção está seguindo o planejamento feito anteriormente.

Esta é a fase de mensuração de todas as etapas anteriores, na qual o gestor acumula dados e informações, para tomar decisões assertivas.

Um Planejamento e Controle de Produção bem estruturado depende de diversas etapas integradas, que devem ser executadas com a supervisão de um gestor de produção.

Por meio desse planejamento, será possível ter certeza de que sua empresa está pronta para atender todas as demandas que vão surgir.

Afinal, o gestor deve acompanhar os KPI’s de produção em todo o processo produtivo da indústria. Só assim a operação será otimizada, o tempo de produção será reduzido e os custos diminuirão.

Se a sua gestão da produção for unida a um bom PCP, essa organização pode se tornar a grande vantagem competitiva da sua indústria.

Entendeu como funciona o setor de Planejamento e Controle da Produção de uma empresa? Compartilhe com a gente: a operação da sua indústria está sendo realmente produtiva?

Elements Image

Pronto para levar a sua empresa para o próximo nível?

Se você ainda tem dúvidas sobre o nosso sistema, agende uma demonstração com o nosso time de vendas. Agende uma reunião online com um dos nossos consultores.

Agende uma demonstração