• Autor Convidado

KPIs de Produção: efeitos de uma manutenção ineficaz

Atualizado: 24 de Abr de 2019

KPIs e indicadores, é bom entendermos que não são a mesma coisa a nível de relevância, cada qual tem suas particularidades que os diferenciam.


Ambos têm a função de mostrar numericamente resultados de processos em geral, mas com focos ou relevâncias diferentes. Isso se evidencia pela tradução do termo em inglês KPI - Key Performance Indicator, que significa Indicador-chave de Desempenho.

Portanto quando falamos em KPIs e Indicadores, podemos afirmar que ambos se tratam de uma mesma finalidade.


Só que sua relevância no mundo organizacional tem as suas diferenças pelo simples fato de existir a palavra “Key – chave”.


Ou seja, posso ter vários Indicadores, mas nem todos serão considerados “indicadores chave” para medir os processos de uma empresa.

KPIs de Produção


Nas áreas produtivas podemos ter vários indicadores e KPIs e para entender isso vamos exemplificar para fechar esse entendimento.

Gráfico de controle mensal de setups: podemos entender neste caso que a gestão está controlando o número de vezes em que cada máquina faz um setup para produzir outro produto. E, no final, do mês terá a visualização de quantos setups o seu setor realizou por máquina e no geral. Podemos entender neste caso, que este gráfico pode ser considerado um KPI ou um indicador? Eu diria que é um KPI, um indicador chave de desempenho, pois quanto mais setups fizer no mês, o volume de produção pode ser prejudicado.

Gráfico de horas de treinamentos: aqui a gestão está acompanhando o número de horas mensais em que colaboradores da sua equipe estão em treinamento. Importante para entender o quanto o seu setor está investindo em Qualificação de pessoal. Porém, considero que não se trata de um indicador chave e sim de um simples indicador para acompanhamento.

Vale salientar que tanto indicadores como KPIs tem sua importância, caso não fosse assim não precisaria do mesmo, certo? O que estamos salientando é que seu grau de relevância.


Manutenção ineficaz e seu reflexo nos KPIs


Com certeza a Manutenção tem papel fundamental e direto no desempenho de máquinas e equipamentos. E isso pode influenciar diretamente alguns KPIs dos setores produtivos.

Índice de Disponibilidade


Tem vários fatores que interferem na disponibilidade de máquinas e equipamentos, um deles e, com certeza, o mais relevante é o índice de paradas em corretiva.


Normalmente para o cálculo do OEE – Eficiência Global do Equipamento, tem uma porcentagem admitida para esses reparos.


Claro que a falta ou escolhas equivocadas das estratégias de manutenção comprometem sobremaneira essa disponibilidade com excesso de paradas por quebras inesperadas.

Índice de Qualidade


Neste KPI importante da Produção, podemos ter também a interferência da Manutenção. Por vezes podemos ter dispositivos e equipamentos da máquina que não estão desempenhando suas funções adequadamente.


E pode ser por problemas de manutenção inadequada e que interferem na qualidade do produto durante o processo. Por exemplo, uma bomba de vácuo que está com deficiência de sucção, sistemas de transporte com excesso de folgas, entre outros.

Índice de Produtividade


Basicamente este KPI trata a produtividade em relação hora/máquina, por exemplo, em uma máquina está programado 10 mil peças por hora e esse índice está sendo alcançado.


Esse indicador mostra o quanto a máquina está com sua confiabilidade em alta, respondendo aos comandos de forma exata.


Mas quando isso não acontece pode ser por interferência da ineficiência da manutenção mais uma vez. Isso acontece por motivos de pequenas paradas ou baixa velocidade inicial por falhas constantes nos diversos sistemas da máquina durante o processo produtivo.

Como podemos ver nas citações acima, os KPIs de Produção são extremamente importantes para medir o desempenho de máquinas e equipamentos.


E temos muitos fatores que interferem no seu resultado, não só por problemas de manutenção.


A operação também pode ter sua parcela de contribuição nos resultados como a qualidade da matéria prima e insumos, entre outros.


Para corrigir os problemas oriundos da Manutenção é necessário, às vezes, um auxílio externo como uma Consultoria, por exemplo.


Outra forma de melhorar o desempenho da equipe de manutenção, é por meio de Treinamentos específicos.


Para isso o Manutenção em foco tem a sua expertise com muita experiência no ramo e pode contribuir na melhoria desses resultados.

Autor do artigo: Luis Carlos Cyrino


Luis Carlos é um profissional especializado em Gestão de Manutenção e trabalha no Manutenção em foco como Consultor e Instrutor de treinamentos nas áreas de Manutenção e Produção.

Assine nossa newsletter


Inscreva-se em nossa newsletter

Marca-auvo.png

Conheça o Auvo
auvo.com.br

instagram-auvo.png
youtube-auvo.png
linkedin-auvo.png
facebook-auvo.png