Case de Automação em Empresas de Serviços: Route Security

Como a Route Security aumentou a produtividade da operação e conseguiu aumentar a rentabilidade da empresa.

Automação em empresas
Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

CEO da Auvo Tecnologia. Já ajudou mais de 2 mil empresas de serviços e assistência técnica com o Auvo.

Muitas empresas acham que a automação se trata apenas de internet. Mas na verdade, envolve analisar toda a estrutura da empresa e avaliar quais processos podem ser melhorados com a tecnologia.
 
Por isso, convidamos um de nossos clientes para compartilhar suas experiências e contar como foi a transformação digital na prática.
 

Em maio deste ano, contamos com a participação especial de Luciano Mansano, atual gestor de qualidade do Grupo Route Security, em uma de nossas AuvoLives.

Em um bate-papo com nosso CEO, Gabriel Rodrigues, ele contou como foi a transformação digital dos processos de gestão da Route, assim como os desafios que o Auvo soluciona diretamente na parte técnica do negócio.

Assista na íntegra: [AuvoLive] Transformação digital na prestação de serviços: mantendo a gestão em tempos de mudança.

 
 
 

Sobre a Route Security 

Localizada em Campinas - SP, a Route Security atua desde 2008 na área de segurança eletrônica. Porém, em 2015, ficaram mais fortes no segmento de monitoramento remoto para pequenas, médias e grandes empresas.

Além disso, a Route Security oferece serviços de criação de projetos de segurança eletrônica, serviços de controle de acesso, pacote total na área de CFTV, e ainda, partes perimetrais como cercas elétricas, detecção e alarme.

Oferece ainda, serviços de manutenção preventiva, que ocorre para acompanhar os seus clientes, além da manutenção corretiva, seguindo o SLA estabelecido de acordo com cada contrato.

Falando mais sobre a Route, a empresa se destaca em outras áreas, complementares à parte de segurança. Como por exemplo, na terceirização de serviços de limpeza, porteiros, bombeiros, segurança patrimonial armada, e por fim, serviços de portaria remota.

Ou seja, é muita variedade de serviços! E como já era de se esperar, não era fácil gerenciar tudo isso sem tecnologia.

Confira no próximo tópico.

Principais gargalos antes da Automação

Luciano comentou que, antigamente, ele e sua equipe utilizavam o Pacote Office para fazer relatórios.  

Para quem não sabe, o Pacote Office é um conjunto de softwares pagos, composto por programas de texto, planilhas, apresentação em slides, entre outros.

De qualquer maneira, são programas que não dependem da internet para funcionar. Além disso, as informações são inseridas manualmente, e ainda, esse sistema necessita de memória disponível para armazenar os arquivos nos dispositivos, como computadores e smartphones.

Como o próprio Luciano disse, isso, dificultava não só a rastreabilidade das informações, como também, gerava insatisfação nos clientes.

Afinal, uma empresa que oferece essa quantidade de serviços, e ainda, faz todos os relatórios manualmente, pode acabar se atrapalhando na hora de entregar os relatórios para os clientes.

Você deve estar pensando que é exagero, mas isso é mais comum do que se imagina. Infelizmente, muitas empresas ainda passam por essa situação simplesmente pelo fato de não investirem na tecnologia adequada para o seu tipo de negócio. 

E tem mais!

Além dos problemas com relatórios, Luciano nos conta que o controle de equipamentos também era um gargalo a ser resolvido. Afinal, a falta de controle de equipamentos pode gerar até prejuízo. Veja o que ele disse a respeito:

“Quando falamos em controle de equipamento é onde a gente pode se perder. E também, é onde a empresa começa a perder dinheiro. Pois, quando a empresa não sabe de onde sai os equipamentos, acaba comprando aquilo que já tem no estoque. Ou então, fica sem saber para onde foi aquele equipamento e acaba se perdendo. E às vezes não é nem por maldade de funcionário, mas sim, por falta de organização da empresa mesmo.”

Quer saber como Luciano, juntamente com sua equipe encontraram a solução para todos esses problemas, e de maneira simples?  

Então, continue a leitura!

Como a tecnologia do Auvo resolveu os gargalos

Luciano conta que conheceu o Auvo em uma feira de exposições em São Paulo. Na época, eles utilizavam uma outra ferramenta além do Pacote Office, mas, quando viram que o Auvo era muito mais completo, não pensaram duas vezes antes de migrar para a ferramenta.

Principalmente, por causa da parte de cadastro de equipamentos atrelada ao QR Code. Assim, ficaria bem mais fácil controlar as movimentações dos equipamentos.

Lembra do trabalhão que eles tinham com o Pacote Office? Pois é, o Auvo resolveu isso também.

Agora, eles conseguem emitir relatórios completos e enviar para os clientes em minutos. E melhor ainda, todas as informações são tiradas da própria ferramenta e são armazenadas na nuvem, sem precisar ocupar espaço na memória dos computadores ou smartphones. Confira o que ele disse:

“Hoje, a gente consegue, não só na área técnica, mas também na área de monitoramento, pegar as informações do nosso cliente durante o processo e fazer relatórios de uma forma mais assertiva e rápida. E tendo as informações na nuvem, em uma área segura, facilita a forma de chegar até o cliente, e até ter a avaliação dele, ter o feedback sobre como está sendo o nosso serviço e tudo mais.

Resultados acima do esperado 

route security
 
Além de solucionar gargalos que já existiam, o pessoal da Route Security aproveitou para aperfeiçoar outros processos, elevando a qualidade do serviço oferecido.
 
Como por exemplo, a rapidez no atendimento e o cumprimento do SLA. Veja como funciona o processo de atendimento do Luciano pelo Auvo:
 
“Desde quando nós implantamos o Auvo, começou com o seguinte formato:
 
1º - O cliente abre o chamado da forma mais simples: manda um e-mail no nosso canal de atendimento. Isso já gera um ticket (abertura do chamado).
 
2º Quando esse ticket vem pra nossa tela de triagem, que é 24 horas, eles avaliam se passa para para o suporte (alguém que pode atender remotamente) ou eu passo para o meu técnico (que vai até o local fazer a visita).
 
3º Depois eles já olham no mapa e entendem aonde o técnico está pelo monitoramento em tempo real. Se ele estiver no cliente A eu consigo calcular pelo sistema o tempo que esse técnico se desloca até o cliente B.
 
4º Já o técnico, em uma situação dessa, já faz a medição da quilometragem que ele vai deslocar (pelo app), se ele tem estoque volante junto ao carro técnico para saber se ele pode dar o apoio direto, sem ter que vir pra base pegar no estoque, e ir fazer o atendimento.
 
5º A partir daí a gente já consegue estimar para o cliente e dizer: olha, a sua SLA é de até 4 horas, mas o técnico já está em deslocamento”.
 
Dessa forma, Luciano e sua equipe otimizam tempo, economizam recursos e garantem mais satisfação aos clientes.
 
E se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, ou quer entender como o Auvo pode ser importante para a transformação digital do seu negócio, agende uma reunião gratuita com nosso time de especialistas.
 

Garanto que você irá se surpreender com os resultados que o Auvo pode te proporcionar.

orçamento_app_Prancheta_1

Pronto para levar a sua empresa para o próximo nível?

Se você ainda tem dúvidas sobre o nosso sistema, agende uma demonstração com o nosso time de vendas. Agende uma reunião online com um dos nossos consultores.