Inscreva-se em nossa newsletter

Marca-auvo.png

Conheça o Auvo
auvo.com.br

instagram-auvo.png
youtube-auvo.png
linkedin-auvo.png
facebook-auvo.png
  • Gabriel Rodrigues

6 Dicas de liderança para fazer uma ótima gestão de equipes externas

Uma grande parte do sucesso da gestão de pessoas se deve a capacidade dos gestores de liderar. Quer saber como ser um bom líder? Então confira as nossas dicas de liderança.


Um dos pontos fortes do líder é conseguir passar de forma bem assertiva as funções para os seus subordinados. Ele precisa entender os pontos fortes de cada colaborador para definir quem deve fazer cada tarefa e em quanto tempo ela deve ser entregue.


Essa dica também vale para a gestão de equipes externas e é muito importante que acompanhe esses colaboradores bem de perto, muito porque eles passam muito tempo na rua e o tempo acaba sendo bem preciosos para esses colaboradores.


O líder normalmente é aquele profissional que já ocupou vários cargos na empresa e conhece a fundo todos os procedimentos realizados na mesma.


Normalmente esse profissional acaba puxando as responsabilidades para si e não tem medo de arriscar e nem de errar. Ele é muitas vezes uma pessoa de confiança dos donos das empresas.


Para reforçar a importância dos líderes na empresa iremos publicar dados de algumas pesquisas realizadas recentemente.


Pesquisa da Delloite:


Foi feita a seguinte pergunta aos colaboradores: “Quais são os fatores mais críticos para o sucesso da empresa?". E foi permitido responder apontando mais de uma alternativa.


E o resultado foi o seguinte: 76% acreditam que era o desenvolvimento de lideranças; 72% acreditam que é o gerenciamento de talentos e 72% acreditam que é a criação de uma cultura que visa a alta performance.


Pesquisa da KPMG:


Nessa outra empresa alguns outros dados surgiram.


Não fica claro quais foram as perguntas feitas aos colaboradores, mas conseguimos descobrir que 91% dos funcionários acreditam que os líderes não atuam o tempo todo usando os valores e a visão da empresa para realizar o seu trabalho.


E uma outra coisa mais grave ainda foi descoberta: 70% acreditam que poucos líderes são vistos como justos e inspiradores para os seus colaboradores.


Pesquisa Pricewaterhouse Coopers:


Essa pesquisa analisou quais seriam as competências mais importantes que um executivo deve exercer:

  • 88% devem ter flexibilidade para aplicar mudanças

  • 88% devem liderar e ajudar no desenvolvimento de pessoas

  • 87% devem ter espírito colaborativo e ajudar seus subordinados

  • 85% devem ter criatividade e inovação para aplicação de novos métodos

  • 85% devem antecipar e administrar riscos e erros cometidos pelas equipes

Cada empresa tem uma realidade diferente e o papel de líder também vai variar bastante de um lugar para outro. Mas existem alguns pontos que devem ser analisados e se possível seguidos à risca.


O que vamos falar aqui não é a verdade absoluta, mas sim um pequeno guia de quais atitudes um líder de verdade deve ter.


1 – Esteja antenado com as mudanças constantes no mercado:


Pesquise bastante para descobrir o que há de novo, o que você pode fazer de diferente para melhorar os resultados da sua empresa e o rendimento de seus colaboradores.


Pesquise principalmente os concorrentes porque eles querem atingir o mesmo público que vocês e podem ter saído na frente na descoberta de um novo diferencial.


Repasse essas novidades para as suas equipes externas o mais rápido possível, para que eles possam ir se familiarizando e se for preciso até passar por novos treinamentos.


2 – Não deixe para fazer planos em cima da hora


Um líder despreparado provavelmente vai resultar em uma equipe também sem preparo. Planos devem ser feitos em conjunto e envolver tanto o gestor quanto os colaboradores. E planejamento é feito exatamente para que nada seja feito em cima da hora na correria.


Realizar tarefas com pressa costuma resultar em nervosismo e fracasso.


Como líder você deve definir quais serão suas tarefas e as de seus comandado e em quanto tempo elas devem ser cumpridas.


3 – Conseguir colocar os colaboradores para executarem seus planos:


Um dos quesitos para uma boa liderança é conseguir fazer com que seus comandados te obedeçam e façam exatamente aquilo que precisam.


Para isso acontecer você precisa ganhar a confiança deles e mostrar que está disposto a ajudar também.


Fazer a gestão de equipes externas é um pouco mais complicado por conta da dificuldade de controlar essas pessoas por estarem na maior parte do tempo trabalhando na rua.


Há uma solução para ajudar nesse controle que é investir em softwares de gerenciamento com controle de informações dos colaboradores em tempo real.


Você terá bem mais controle de seus colaboradores.


4 – Criar estímulos e incentivos para o trabalho ser feito em equipe:


Conseguir juntar pessoas de vários tipos diferentes em uma única equipe é algo bem difícil de fazer. E fazer com que elas trabalhem com um time é ainda mais complicado.


Então invista em novas formas de atraí-los e fazer com que trabalhem em conjunto.


Aposte em incentivos e premiações por equipes para deixá-los mais animados e com o compromisso de bater tanto as metas pessoais quanto as coletivas.


Estimular seus colaboradores a crescer é somente um dos papéis de um bom líder de equipes.


5 – Buscar treinamentos e especializações para os colaboradores


Essa é uma das dicas de liderança mais eficazes que têm. Poucas empresas prezam pela busca de conhecimento de seus colaboradores e os apoiam investindo em cursos e treinamentos.


Investir na especialização de seus colaboradores é apostar no sucesso e no crescimento das vendas, porque profissionais mais preparados terão mais chance de fechar novos negócios.


É importante lembrar que novas tecnologias e técnicas de vendas e atendimento surgem todos os dias e é preciso estar sempre antenado e atualizado para não perder espaço no mercado em que atua.


Seja um líder de equipes mais atuante e mostre que se preocupa com seus comandados.


6 – Avaliar esporadicamente os colaboradores (medir a qualidade do serviço prestado)


Ser um líder de equipes externas requer jogo de cintura e paciência. Cada grupo de colaboradores se comporta e executa suas tarefas de um jeito diferente.


E há um jeito de medir quais dessas atitudes têm dado mais resultado para a empresa. Você precisa avaliar de forma individual e coletiva também.


Coloque em uma tabela alguns dados como: duração dos atendimentos, número de reclamações dos clientes, número de negócios fechados e custo operacional (gasolina, alimentação, manutenção) de cada equipe.


Faça os cálculos que precisar e meça quais equipes têm rendido mais e qual está começando a dar prejuízo.


Junte os colaboradores desta última equipe e comece a cobrar melhorias. Se no próximo mês esse rendimento não melhorar comece a procurar por novos colaboradores para compor um novo time.


Já com as equipes de resultados positivos e crescentes a atitude deve ser diferente. Para eles é interessante elogiar e promover premiações para os colaboradores com melhor rendimento e para a melhor equipe.



Agora você já viu as dicas de liderança e começou a entender como ser um bom líder, comente suas dúvidas no texto.


A tarefa de assumir esse papel é realmente difícil, mas com bastante força de vontade e insistência você vai conseguir controlar e fazer um gerenciamento de equipes com foco em gerar resultados positivos para a empresa em que trabalha.


Inscreva-se em nossa newsletter